Milton Neves comenta um monte de asneiras sobre o Flamengo.#ChorePor81

No Maracanã, nenhuma novidade.

Contando com uma força IMENSA do apito, o Flamengo bateu o Galo por 2 a 0 e abriu boa vantagem sobre os mineiros na fase semifinal da Copa do Brasil.
Afinal, dizer que Josué cometeu pênalti em Gabriel é sacanagem, né?
A arbitragem deu uma mãozinha para o Rubro-Negro contra o Atlético assim como em 1980, na final do Brasileirão, e em 1981, no duelo de desempate do Grupo 3 da Libertadores.
Mas podem ir contando com a classificação, flamenguistas.
No entanto, lembrem-se do que aconteceu com o Corinthians na fase passada da Copa do Brasil, hein?
No Mineirão, tudo será diferente e o Galo irá superar a vantagem rubro-negra e também o apito, sempre tão bondoso com a equipe carioca.
Podem anotar!


Fonte:Blog do Milton Neves

Mais informações »

Flamengo bate recorde de audiência com Copa do Brasil

O Flamengo deu um passo importante rumo ao bicampeonato da Copa do Brasil ao bater o Atlético Mineiro no Rio de Janeiro. O jogo da semifinal teve público alto no Maracanã, com 45 mil pessoas, e fez sucesso na televisão; a Globo conseguiu sua melhor pontuação no torneio com a partida.
Foram 30 pontos de média para a emissora, com participação de 48% das televisões ligadas. Nenhuma outra partida da Copa do Brasil ou do Campeonato Brasileiro teve desempenho tão bom. Nem mesmo com a Libertadores a Globo atingiu os 30 pontos no Rio de Janeiro.
Com exceção da Copa do Mundo, o único momento em que a Globo conseguiu pontuação melhor com o futebol neste ano foi na final do Campeonato Carioca. Na ocasião, o índice chegou a 32 pontos de média, além de três pontos da Bandeirantes.
Em 2013, o Flamengo também conseguiu 30 pontos com a transmissão da semifinal da Copa do Brasil. A diferença na época era que o ponto do Ibope abrangia menos pessoas. Logo, pode-se entender que a audiência deste ano foi maior do que a apresentada na primeira partida entre Goiás e Flamengo.

São Paulo
Em São Paulo, a Globo transmitiu a vitória do Cruzeiro sobre o Santos. Neste caso, o Ibope não foi tão positivo. Com 19 pontos de média, a emissora teve queda de dois pontos em relação ao último jogo transmitido da competição, entre Atlético Mineiro e Corinthians.
Cada ponto no Ibope equivale a 65.201 domicílios sintonizados em São Paulo e 39.600 no Rio de Janeiro, ambos apenas nas regiões metropolitanas, referências para o mercado publicitário. 


Fonte:Máquina do Esporte 

Mais informações »

Na mira do Flamengo, Cavalieri recebe proposta do Palmeiras.

Diego Cavalieri, Santos X Fluminense (Foto: Getty Images)
O Palmeiras fez uma proposta para contratar Diego Cavalieri, goleiro do Fluminense. O clube enviou uma oferta ao jogador, que avalia a possibilidade de um acordo ou não. Ainda assim, a negociação não é vista como avançada pelo Verdão. Com contrato até o fim da temporada no Tricolor das Laranjeiras, o jogador declarou recentemente querer seguir no clube carioca e prometeu não se pronunciar mais publicamente sobre o assunto. Cavalieri não tem empresário e trata pessoalmente dos seus acordos.
Cauteloso na negociação com Cavalieri, de 31 anos, o Palmeiras aprova o nome do jogador, revelado na Academia de Futebol. Nem mesmo a volta de Fernando Prass, de 36 anos, faz o clube desistir da contratação, mas o número de goleiros no elenco é um empecilho. Dorival Júnior, que trabalhou com o jogador do Tricolor no Flu, hoje conta com seis atletas da posição entre os profissionais. Além de Prass, Jaílson, Bruno, Fábio, Deola e Vinicius são os outros atletas. O titular da meta alviverde tem contrato até dezembro de 2015.
Ao mesmo tempo em que a diretoria comandada pelo presidente Paulo Nobre aprova a contratação de Cavalieri, a oposição encabeçada por Wlademir Pescarmona também vê a negociação do goleiro como um bom reforço. A ideia dos opositores é que o atleta do Fluminense seria uma opção para substituir Prass depois do fim de seu vínculo.
Desde 2011 no Flu, Cavalieri é um dos quatro atletas que tem contrato por acabar ao final do ano - Gum, Diguinho e Valencia são os outros principais. A direção conhece a base salarial assim como o tempo de contrato pedido pelo camisa 12. Porém, precisa aguardar o término das negociações para a manutenção da parceria com a Unimed para bater o martelo - o clube e a patrocinadora têm até o dia 30 de novembro para tomar a decisão. Isso é necessário, afinal, boa parte dos direitos de imagem são pagos pela empresa.

O Flu, prevendo a saída de Felipe Garcia, outro goleiro que tem contrato por acabar em 31 de dezembro, contratou Julio Cesar. Há ainda Klever e Marcos Felipe para a posição.
Fonte: GE


Mais informações »

Gabriel, Samir e Canteros são "modelos" da Adidas por um dia.


Os jogadores rubro-negros Gabriel, Samir e Canteros foram garotos propaganda da Adidas, nesta quinta-feira, na Gávea. Eles posaram para fotos com a nova linha da marca, que é a fornecedora de material esportivo do Flamengo.

Após dar um show diante o Atlético-MG, no Maracanã, Gabriel se arriscou como modelo e parece ter se saído bem.

Após a vitória de 2 a 0 sobre o Galo, o Flamengo pode perder por até um gol de diferença em Belo Horizonte que garante a sua vaga na decisão.


Fonte: Extra Globo

Mais informações »

Alexandre Wrobel confirma negociação por mandos fora do Rio.

Com sete jogos restantes no Campeonato Brasileiro, o Flamengo ainda tenta se livrar da "confusão" e zerar qualquer possibilidade de rebaixamento. Mais do que tranquilizar as coisas dentro de campo, tal situação poderia ajudar os cofres do clube, já que a diretoria estuda levar os últimos jogos do Rubro-negro na competição para fora do Rio de Janeiro, possibilitando uma arrecadação elevada.

O projeto da cúpula do Flamengo é transferir os jogos contra Coritiba (16/11) e Vitória (30/11) para Cuiabá e Manaus, respectivamente.

"Existe essa ideia, sim. Temos uma negociação, mas nada fechado ainda. Precisamos resolver nossa situação em campo antes", explicou o vice-presidente de futebol do clube, Alexandre Wrobel.

As conversas estão bem encaminhadas, mas, por um pedido do técnico Vanderlei Luxemburgo, só serão concretizadas caso o Flamengo alcance os 45 pontos antes disso – time enfrenta Chapecoense e Sport antes.

"Quando cheguei aqui no Flamengo, o desespero era total. Então não podemos esquecer disso. Temos que fazer estes pontos e sair da confusão logo", disse o treinador, se referindo à zona do rebaixamento, que por tanto tempo atormentou o clube neste Brasileiro.

Além da atenção no campeonato de pontos corridos, o Rubro-negro também concentra suas atenções na Copa do Brasil. Após vitória por 2 a 0 no jogo de ida da semifinal, na última quarta-feira, o time da Gávea encara o Atlético-MG no dia 5, no Mineirão, em jogo que pode até perder que vai à final.


Fonte: UOL

Mais informações »

Jornal carioca provoca Atlético após derrota para Flamengo na Copa do Brasil: "Freguesão!"

O Atlético jogou mal, errou muito e acabou derrotado por 2 a 0 pelo Flamengo, no Maracanã, na partida de ida das semifinais da Copa do Brasil. Na capa desta quinta-feira, o diário Lance! voltou a provocar o Galo: “Freguesão!”.

O jornal faz referência ao histórico alvinegro ruim contra o time carioca. Em cinco encontros decisivos, o Flamengo levou a melhor quatro vezes (final do Brasileiro de 1980, Libertadores de 1981, semifinal do Brasileiro de 1987 e quartas de final da Copa do Brasil de 2006). O Atlético se classificou nas oitavas do Brasileirão de 1986.

A publicação já provocou o time de Levir em outra oportunidade. Quando o Atlético confirmou a classificação para a semifinal, o Lance!, em sua versão carioca, brincou. "Vem, freguês!".

Agora, o Galo aposta na mística das viradas em casa, marca do time desde a conquista da Copa Libertadores, para chegar à decisão da Copa do Brasil.

REPRODUÇÃO

Fonte: Super Esportes

Mais informações »

Com Flamengo e sem Vasco, caixa faz exposição com clubes parceiros em aeroporto.

A Caixa Econômica Federal faz uma exposição no aeroporto de Brasília em que se autointitula “a maior patrocinadora do futebol brasileiro”, diante da quantidade de clubes com os quais mantém parceria. Todas as camisas estão presentes em quadros. A do Vasco, não. Explica-se: o clube carioca ainda sustenta a logomarca do banco em seus uniformes, mas já não há contrato formal desde o fim de agosto.
Como ainda sequer embolsou a última parcela do pagamento devido a impostos atrasados, a renovação não pôde ser colocada no papel. As partes esperam um acordo nas próximas semanas após um empréstimo que o Cruz-Maltino espera obter em ampla operação financeira e que regularizará sua situação.
O presidente Roberto Dinamite, inclusive, já foi a Brasília para se reunir com diretores da Caixa.
exposicao-da-caixa-sem-o-vasco_reproducao-1
exposicao-da-caixa-sem-o-vasco_reproducao-4
Fonte: Blog meio de campo

Mais informações »

Diálogo entre Bom Senso e CBF é interrompido com acusações de parte a parte.



Acabou a lua de mel entre o Bom Senso FC e Confederação Brasileira de Futebol. Durante os meses de setembro e outubro, representantes do movimento de jogadores e de uma comissão de clubes criada pela CBF fizeram várias reuniões, nas quais acertaram aspectos importantes da futura Lei de Responsabilidade Fiscal do Esporte. Nesta semana, o diálogo foi interrompido com acusações de parte a parte - e nada indica que será retomado.

Resumidamente, o projeto prevê facilidades como juros baixos e prazos longos para o pagamento das dívidas fiscais dos clubes - estimadas em R$ 4 bilhões. Em troca, os clubes dariam algumas contrapartidas, como aceitar punições esportivas (rebaixamento, por exemplo) para quem atrasar salários ou sonegar impostos. Até esta semana, Bom Senso, CBF e clubes tentavam dialogar para chegar a um consenso sobre a lei.

Nesta quarta-feira, integrantes do Bom Senso foram a Brasília para um encontro com o ministro do Esporte, Aldo Rebelo. Saíram de lá atirando contra os clubes. O movimento dos atletas reclama que os clubes apresentaram ao governo uma proposta diferente da que havia sido acordada. O presidente do Coritiba e "negociador" da CBF no caso, Vilson Ribeiro de Andrade, deu outra versão:

- O Bom Senso quis incluir alguns pontos no projeto que a CBF e os clubes não concordam. Eles querem um teto para gastos com futebol de 70% do faturamento do clube, nós não. Eles querem um prazo de adaptação 'a nova lei de dois anos, nós queremos três. E houve divergências sobre o formato do órgão fiscalizador das finanças dos clubes. A CBF, que vai pagar a conta, quer uma estrutura mais enxuta.

Apesar de todas essas discordâncias Vilson Ribeiro de Andrade afirma que a relação entre clubes, CBF e Bom Senso não está estremecida. Ao mesmo tempo, o dirigente diz que não haverá mais reuniões ou discussões - e que a decisão agora será tomada pela Câmara dos Deputados.

- Agora é uma decisão política. A Câmaram tem nas mãos o projeto da CBF e o projeto do Bom Senso. Eles que vão decidir.

Fonte: GE

Mais informações »

Mauro Beting analisa vitória do Fla na semi da Copa do Brasil.



A expressão “deixaram chegar” quando o Flamengo vai chegando e conquistando espaços e títulos às vezes joga contra o rubro-negro. A torcida acredita ainda mais, o elenco sai do chão como se fosse um show de Ivete, a imprensa transborda e borra nas tintas e, algumas vezes, desanda. Perde inexplicavelmente como vinha vencendo inexplicavelmente.
Na semifinal da Copa do Brasil, o Galo chegou em melhor forma até que o Cruzeiro. Era favorito antes de a bola rolar no Maracanã.
Não foi. Como, em 1987, o Galo também era. Como, em 1980, era um timaço tão bom quanto o de Zico.
Não deu. Deu Flamengo. Vai dando Flamengo depois do ótimo 2 a 0. Enorme placar pela diferença entre as equipes. Reversível por tudo que o Galo tem feito desde o ano passado.
Mas ainda uma vantagem considerável, construída em um gol de cabeça e outro em jogada sensacional de Gabriel, aterrado de modo bizarro por Josué.
O Flamengo foi construindo o resultado com a consistência que o Galo foi perdendo. A dinâmica da equipe não foi a de jogos anteriores. A aposta em um meio-campo mais robusto empacou o time mineiro sem dar luz ao contragolpe.
Não foi nem de longe o melhor jogo possível do Galo. Mas ainda não está nada perdido e nem eliminado. Ainda tem como reverter em BH como superou o Corinthians, como tantas vezes acreditou o atleticano em 2013.
O problema é que “deixaram chegar”. Com e sem aspas.
Fonte: Lancenet

Mais informações »

Adriano viaja para a França, e clube confirma pontapé inicial em partida.

Adriano embarque França (Foto: Reprodução / Instagram)Adriano não assinou contrato com o Le Havre, mas será o protagonista do jogo da equipe francesa contra o Arles Avignon, pela segunda divisão local, na sexta-feira. Nesta quinta-feira, o jogador viajou para o país europeu e publicou uma imagem dentro do avião nas redes sociais com a legenda "Partiu França". O clube anunciou em seu site oficial que o Imperador estará presente no Stade Océane para dar o pontapé inicial da partida. 
- Uma imensa estrela da bola vai dar o pontapé inicial no jogo contra o Arles Avignon. Adriano, dito “Imperador”, estará no Stade Océane nesta sexta-feira – diz o comunicado do clube. 
Adriano é um reforço pretendido pelo presidente do Le Havre, Jean Pierre Louvel. A princípio, o dirigente convidou o Imperador para visitar o clube e conhecer a estrutura local. Ele já havia dito à agência de notícias AFP sobre a ideia de colocar o atacante brasileiro para dar o pontapé inicial. 
De acordo com Louvel, o acerto entre Adriano e Le Havre, por ora, é improvável. A contratação do brasileiro depende da compra do clube francês pelo empresário Christophe Mlol. Somente dessa maneira o Le Havre teria dinheiro para bancar o Imperador. 

- Adriano não será contratado pela atual direção do clube para jogar em janeiro. Isso não acontecerá de jeito algum, porque o nosso orçamento não permite uma contratação como esta. Neste caso (a mudança de proprietário do clube), o orçamento seria diferente – revelou Louvel.
Adriano está há seis meses sem entrar em campo. Seu último clube foi o Atlético-PR, onde atuou em apenas quatro partidas. Após faltar a dois treinamentos e ser visto assistindo a um show em uma boate em Curitiba, o clube paranaense optou pela rescisão do seu contrato.
Print site Le Havre (Foto: Reprodução)Na semana passada, o Linense admitiu abrir as portas para Adriano disputar o Campeonato Paulista no próximo ano. O Imperador também seria alvo do Al-Jazira, de Dubai, e do América-MEX.


Fonte: GE

Mais informações »

O Flamengo não é só torcida.

Que a torcida do Flamengo é um 12º jogador profissional é fato e não se discute. Mas existem exageros que precisam ser combatidos. Um deles é sempre atribuir à torcida uma boa atuação do time. E nada mais. O jogo de quarta-feira contra o Atlético Mineiro é o mais bem e acabado exemplo de como esse olhar se manifesta em momentos equivocados.

A vitória do Flamengo sobre o Atlético Mineiro deve ser atribuída à boa atuação do time e ao trabalho que o técnico Vanderley Luxemburgo tem feito. Conseguiu, o que nem sempre acontece, se fazer acreditar. O que fala, os jogadores aceitam e concordam. Quando isso acontece, o trabalho fica mais fácil.

O Flamengo que se vê em campo, não apenas no jogo de quarta-feira, é um time organizado, bem distribuído em campo e que sabe o que fazer. Limitado e com suas fragilidades pouco exploradas - incrível como nenhum time adversário ataca o Flamengo pelo lado do Léo Moura -, o rubro-negro tem uma torcida apaixonada e devotada. Mas neste momento, a boa fase tem que ser atribuída à parceria entre os jogadores e o técnico.

Não sei os motivos que impedem a realização dessas parcerias em vários clubes. À distância, eu fico com a impressão que o jogador sabe hoje da confortável condição que tem dentro de qualquer clube. Quando a corda arrebenta, ela sempre sobra para o técnico. Isso o deixa em posição tranquila. Pode ou não aceitar o que diz o técnico e acreditar no trabalho daquele profissional. Quando crê, os resultados aparecem.

Por esta questão não é conveniente atribuir sempre o resultado, especialmente desse Flamengo, ao desempenho da torcida. É uma redução de algo grandioso que se faz no Ninho do Urubu.

Mais informações »

Cáceres é convocado e desfalca o Flamengo em uma eventual final da Copa do Brasil.

Caceres gol Flamengo x Atletico-MG (Foto: André Durão / Globoesporte.com)O técnico Víctor Genes convocou nesta quinta-feira a seleção paraguaia para os amistosos diante o Peru, nos dias 14 e 18 de novembro. Dois jogadores que atuam no futebol brasileiro foram chamados e podem desfalcar seus clubes: Ángel Romero, do Corinthians, e Victor Cáceres, do Flamengo. 
Os dois desfalcarão os clubes nas rodadas 34 e 35 do Campeonato Brasileiro. Titular do Flamengo, Cáceres vai perder os duelos contra Coritiba e Atlético-MG. A dúvida é se o paraguaio ficaria fora de uma eventual decisão da Copa do Brasil, uma vez que a primeira partida acontece em 12 de novembro. O time carioca está nas semifinais do torneio e venceu, nesta quarta, o Atlético-MG por 2 a 0, no primeiro jogo do confronto. 
Romero, por sua vez, não é titular do Corinthians. O jogador não estará à disposição de Mano Menezes nos jogos contra Bahia e Goiás. No quinta colocação, o Timão briga por uma vaga na Libertadores.
Na semana passada, o técnico Dunga convocou para os amistosos contra Turquia e Áustria, mas deixou os jogadores que atuam no futebol brasileiro fora da lista para não desfalcar os clubes nas retas finais dos torneios nacionais.  
Lista de convocados

Justo Villar (Colo Colo), Paulo da Silva (Toluca), Gustavo Gómez (Lanús), Iván Piris (Udinese), Luis Cardozo (Morelia), Cristian Riveros (Gremio), Víctor Ayala (Lanús), Jorge Rojas (Gimnasia), Celso Ortiz (AZ Alkmaar), Víctor Cáceres (Flamengo), Roque Santa Cruz (Málaga), Antonio Sanabria (AS Roma), Derlis González (Basilea) y Ángel Romero (Corinthians).
Fonte: GE


Mais informações »

Chicão se surpreende com nº de gols na carreira: "Espero poder aumentar"



Chicão deixou sua marca na vitória do Flamengo sobre o Atlético-MG, por 2 a 0, nesta quarta-feira, pelo jogo de ida das semifinais da Copa do Brasil. O zagueiro rubro-negro marcou o segundo gol da partida, de pênalti – o de número 97 de sua carreira. Após quase um ano sem balançar a rede, o defensor se disse surpreso com a quantidade de tentos e revelou que não estava fazendo a contagem .
- Não sabia, fico feliz. É difícil um zagueiro fazer 97 gols. Tenho isso, graças a Deus, e espero poder aumentar também – disse em entrevista ao "Arena SporTV".
Chicão contou com a chance de cobrar um pênalti no Maracanã após Gabriel sofrer falta dentro da área atleticana. O meia fez bela jogada, driblou praticamente toda a defesa adversária até ser derrubado por Josué. O zagueiro cobrou no canto direito de Victor e revelou ter mudado sua estratégia, o que quase custou o gol, já que o goleiro chegou a tocar na bola.
- É um goleiro de seleção, merece todo respeito. É difícil bater pênalti nele, até pela envergadura dele. Ia bater no outro canto, para ser sincero, mas como ele não se mexeu, bati naquele canto, forte na bola e ela entrou – disse.
O zagueiro comemorou o fato do Flamengo não ter sofrido um gol em casa, o que o deixa em vantagem para o próximo duelo contra o Galo, no Mineirão, no dia 5 de novembro. Chicão destacou, no entanto, que a competição será “esquecida” para que o time se concentre no duelo contra a Chapecoense, neste final de semana, pelo Campeonato Brasileiro - o Rubro-Negro é o 11º na tabela, com 40 pontos.
- Foi importante. Copa do Brasil é assim, importante não ter tomado gol. O 2 a 0 é uma vantagem boa. Mas vi entrevista do Vanderlei, e é isso, não vamos para defender. Se ficarmos atrás, vamos acabar tomando gol (...) Agora é esquecer a Copa do Brasil e pensar na Chapecoense, porque estamos na “zona da confusão” ainda. Acredito que com mais duas ou três vitorias saímos dali, e depois, é pensar na Copa do Brasil, que é o que se apresentou para a gente.
Fonte: SporTV

Mais informações »

Estreia de Kaká pelo Orlando será em amistoso contra o Flamengo


Apresentação de Kaká (Foto: Divulgação/Orlando City)

O meia Kaká já tem data para fazer sua estreia com a camisa do Orlando City Soccer e ela deverá ser no Brasil. Pelo menos é o que garante o clube americano, que revelou com exclusividade aoLANCE!Net a realização de dois amistosos no país, contra Flamengo e São Paulo, nesta ordem. O brasileiro já estará disponível para enfrentar o Rubro-Negro e pode inclusive enfrentar seu atual time na sequência.
O duelo diante do Flamengo, aliás, deve ser na Arena Amazônia, no dia 28 de janeiro. Já o amistoso com o São Paulo deverá ser realizado no próprio Morumbi, dia 6 de fevereiro. A data do duelo com o Tricolor, porém, está em aberto, podendo mudar dependendo da classificação do time à Copa Libertadores.
O tour pelo Brasil faz parte da pré-temporada do Orlando City Soccer, que abre suas atividades oficialmente na próxima temporada da Major League Soccer, em março de 2015. O time, cujo dono é o empresário brasileiro Flávio Augusto, terá Kaká como grande astro - o meia terá o maior salário de todo o campeonato.
Fonte: Lancenet

Mais informações »

Vetado contra a Chapecoense, Everton fará exame de imagem nesta sexta


Flamengo x Atlético-MG - Everton (Foto: Cleber Mendes/LANCE!Press)
Como já era de se esperar, o meia Everton está fora da partida diante da Chapecoense, no próximo domingo, no Maracanã pelo Campeonato Brasileiro. O jogador passou por uma avaliação clínica nesta quinta-feira pelo médico Marcelo Soares. Everton, porém, que ainda sente um incômodo na região, fará um exame de imagem na tarde desta sexta-feira para saber se tem condições de enfrentar o Atlético-MG, quarta que vem, pela segunda partida da semifinal da Copa do Brasil, no Mineirão.
Nesta quinta-feira, na reapresentação da delegação após a vitória por 2 a 0, o jogador já iniciou os tratamentos junto ao departamento médico e fisioterapia.
Na saída do estádio, Marcelo Soares revelou o desejo de Everton em atuar mesmo com dores na segunda partida. Para o médico, este otimisto é bom para a recuperação do jogador.
No meio deste ano, antes da parada para a Copa do Mundo, o meia conviveu com uma série de lesões na mesma região, tornando-se desfalque em várias partidas do Flamengo na temporada.
Fonte: Lancenet

Mais informações »

Chicão volta a marcar em semifinal e encerra jejum de quase um ano


Chicão gol Flamengo x Atlético-MG (Foto: Getty Images)
Um filme repetido, e com roteiro bem agradável para o Flamengo. Chicão entrou em campo na noite de quarta-feira com um jejum incômodo: quase um ano sem fazer um gol. Conhecido por ser um zagueiro-artilheiro na época de Corinthians, completaria a marca nesta quinta. Completaria. Porque coube a ele a missão de vencer Victor em cobrança de pênalti e garantir o 2 a 0 a favor do Rubro-Negro na semifinal da Copa do Brasil. Coincidentemente, em cenário igual ao da última vez que tinha ido às redes: na vitória por 2 a 1 sobre o Goiás, no Serra Dourada, também na última fase antes da decisão da competição..

O Goiás, por sinal, tinha sido a única vítima de Chicão com a camisa do Flamengo. Em duas cobranças de falta, vazou o goleiro Renan tanto na Copa do Brasil quanto no Brasileirão de 2013. A atuação diante do Galo, entretanto, vai além de gol ou fim de jejum. Praticamente perfeito, o defensor formou uma barreira quase intransponível na frente de Paulo Victor. Apesar dos elogios e da vantagem, ele mantém os pés no chão e prega humildade para que o Rubro-Negro confirme a vaga na decisão na próxima quarta, no Mineirão.

- Fico feliz por essa coincidência. No ano passado, também fiz gol na semifinal, mas temos que manter os pés no chão. Não tem nada decidido. Temos o exemplo do Corinthians, que foi lá e acabou sendo eliminado. Vamos pensar agora na Chapecoense e depois no Atlético-MG. Fizemos um resultado importante, não tomamos gol. Temos tudo para conseguir a vaga, mas com respeito.

Na ausência de Alecsandro, o Flamengo não tem um cobrador oficial de pênaltis definido. Eduardo da Silva, Lucas Mugni e Léo Moura já tinham desempenhado a função. Mas no momento em que Gabriel foi derrubado por Josué na área, Luxa não titubeou e apostou no histórico de Chicão, que busca chegar na quinta decisão de Copa do Brasil consecutiva.

- Olhei para o banco, o Vanderlei me apontou, e jogadores experientes têm que chamar a responsabilidade. O Victor esperou a batida, e eu esperei o tempo todo também. Já tinha batido dois pênaltis contra ele e consegui fazer também. É um grande goleiro, tocou na bola, mas bati forte. Quando pega bem na bola, é difícil pegar.

Flamengo e Atlético-MG decidem uma vaga na final na Copa do Brasil na próxima quarta-feira, às 22h (de Brasília), o Mineirão. Antes, porém, o Rubro-Negro tem pela frente a Chapecoense, domingo, no Maracanã, pela 32ª rodada do Brasileirão.

Fonte: GE

Mais informações »